O que são Óleos Essenciais?

Se você já sentiu o perfume de uma rosa, já experimentou as qualidades aromáticas dos óleos essenciais. Esses compostos aromáticos voláteis de ocorrência natural são encontrados nas sementes, cascas, caules, raízes, flores e outras partes das plantas e podem ter, ao mesmo tempo, fragrâncias agradáveis e potentes. Os óleos essenciais dão às plantas seus aromas distintos, além de oferecer-lhes proteção e desempenhar um papel importante em sua polinização. Além dos benefícios intrínsecos às plantas e sua doce fragrância, os óleos essenciais têm sido usados, há muito tempo, no preparo de alimentos, em tratamentos de beleza e nas práticas e cuidados de bem-estar.

Mas o que é um composto aromático volátil exatamente? Em suma, esses compostos são pequenas moléculas orgânicas que tendem a mudar, rapidamente, do seu estado sólido ou líquido para o estado gasoso quando estão à temperatura ambiente. Assim, eles são chamados voláteis porque mudam de estado rapidamente. Quando você abre um frasco de óleo essencial pela primeira vez, percebe que o aroma é potente e, assim, consegue sentir o cheiro específico, até de alguma distância. As propriedades físicas e químicas dos compostos aromáticos voláteis que compõem os óleos essenciais permitem que eles circulem rapidamente pelo ar e interajam diretamente com os sensores olfativos do nariz. Tais propriedades únicas tornam os óleos essenciais ideais para a inclusão em aplicações de aromaterapia - uso desses compostos de plantas para ajudar a manter a mente e o corpo saudáveis - bem como em outras aplicações. Os tipos de compostos aromáticos voláteis presentes em um óleo essencial determinam o aroma do óleo e os benefícios que ele oferece.

Mais de 3.000 variedades de compostos aromáticos voláteis foram identificadas até agora. A natureza de um óleo essencial varia de planta para planta, dentro de famílias botânicas, e de espécie para espécie. A relação delicada dos constituintes aromáticos encontrados em qualquer óleo essencial é o que o torna único e que lhe permite oferecer benefícios específicos.

Mesmo com óleos essenciais puros, a sua composição pode variar de acordo com a hora, a estação, a localização geográfica, o método e a duração da destilação, o ano de cultivo e o clima, tornando cada passo do processo de produção um determinante crítico da qualidade geral do produto.

 

Os óleos essenciais podem ser usados para uma ampla gama de aplicações para o bem-estar emocional e físico. Dependendo da experiência e do benefício desejados pelo usuário, eles podem ser usados sozinhos ou em misturas complexas. Quer aprender a usar os óleos essenciais? Visite nossa página sobre o uso de óleos essenciais para saber como usar os óleos essenciais doTERRA com segurança.

Por que dōTERRA?

Quando você escolhe doTERRA, está escolhendo óleos essenciais cuidadosamente destilados de plantas devidamente colhidas no momento perfeito, por produtores experientes de todo o mundo, para a criação de extratos com eficácia e composição ideais.

Cada óleo essencial doTERRA também é cuidadosamente testado usando o rigoroso protocolo de qualidade CPTG® (Certificado de Pureza Testada e Garantida). Os usuários experientes de óleos essenciais reconhecerão imediatamente o padrão de qualidade superior dos óleos essenciais da doTERRA, de grau de pureza testado, naturalmente seguros e eficazes.

A destilação dos óleos essenciais também é uma arte, embora exista uma ciência para este processo. Os destiladores não só contam com anos de experiência, mas também utilizam tecnologias e técnicas modernas.

 

O método mais comum de extração de óleos essenciais é o processo de destilação a vapor de baixa temperatura. Neste processo, o vapor pressurizado circula através do material vegetal. Os óleos essenciais são liberados da planta e levados pelo vapor. Quando o vapor esfria, a água e os óleos separam-se naturalmente e o óleo é coletado. Para garantir um extrato de óleo de alta qualidade com a composição química correta, a temperatura e a pressão devem ser monitoradas de perto. Com muito pouco calor ou pressão, o óleo não será liberado; se for em excesso, a composição e a potência do óleo serão afetadas.

Uso Seguro

Radicionalmente, certos métodos de aplicação de óleos essenciais têm sido preferidos e utilizados de maneira exclusiva. No entanto, e à medida que a pesquisa em torno dos óleos essenciais continua a se desenvolver, há também uma maior compreensão dos seus métodos de aplicação, os quais podem ser usados tanto para o bem-estar emocional quanto físico. Todos eles são seguros, desde que usados adequadamente, incluindo os aromáticos e tópicos. Pode-se utilizar um único óleo de cada vez ou em misturas complexas com outros óleos, em um dos seguintes métodos:

Aromático

 

O sentido do olfato é uma ferramenta que pode promover respostas fisiológicas, mentais e emocionais poderosas. Quando inalados, os óleos essenciais são rapidamente absorvidos pelos receptores nasais, que têm uma ligação direta com o sistema límbico por meio do nervo olfativo. Esse sistema é uma parte do cérebro que possui uma variedade de funções, incluindo olfato, emoções, comportamento e memória. Por esse motivo, os óleos essenciais têm um efeito poderoso quando usados aromaticamente.

Alguns óleos essenciais promovem efeitos estimulantes ou revigorantes, enquanto outros são mais calmantes. A dispersão, que não requer nenhum dispositivo especial, é um dos métodos mais simples para o uso aromático dos óleos essenciais. Os difusores que utilizam ar frio ou água são ideais. Os mesmos benefícios para o bem-estar podem ser obtidos colocando-se, simplesmente, algumas gotas de óleo essencial na palma das mãos e posicionando-as em forma de concha sobre o nariz, enquanto se respira profundamente. 

 

Tópico

 

A aplicação tópica é um método muito eficaz para a utilização dos óleos essenciais. Como eles têm pesos moleculares baixos e são lipossolúveis, penetram facilmente na pele e, uma vez absorvidos, permanecem na área aplicada para promover o benefício desejado.

Embora os óleos essenciais sejam facilmente absorvidos, há muitas maneiras de aumentar sua absorção. Por exemplo: uma massagem leve no local de aplicação do óleo aumentará o fluxo sanguíneo naquela área, melhorando a sua distribuição em todo o corpo. O uso de um óleo vegetal também aumenta a sua absorção, especialmente na pele seca ou escamosa, pois ajuda na hidratação e retarda o tempo de evaporação do óleo.

Para diminuir a possibilidade de desenvolvimento de sensibilidade, especialmente em peles jovens ou sensíveis, é aconselhável usar um óleo vegetal (como o Óleo de Coco Fracionado) para diluir os óleos mais potentes, principalmente quando um determinado óleo for usado pela primeira vez.

Normalmente, a proporção de diluição recomendada é uma gota do óleo essencial para três gotas de óleo vegetal e é sempre aconselhável usar várias doses pequenas ao longo do dia, em vez de uma única e grande dose. Assim, comece com a menor dose possível (1 a 2 gotas). Uma dose tópica pode ser repetida a cada 4 ou 6 horas, conforme necessário.

Como cada indivíduo tem suas peculiaridades, a dose poderá variar de acordo com o tamanho, idade e estado geral de saúde de cada pessoa.

Áreas benéficas onde você pode aplicar os óleos essenciais

  • Pescoço

  • Fronte e têmporas

  • Peito e abdome

  • Braços, pernas, sola dos pés

 

Outros métodos efetivos de aplicação tópica

  • Adicione algumas gotas de óleo essencial a um banho quente. 

  • Faça uma compressa quente ou fria mergulhando uma toalha ou um pano na água com óleos essenciais e, em seguida, aplique sobre a área desejada.

  • Adicione óleo a uma loção ou hidratante e aplique sobre a pele

 

Áreas sensíveis a evitar:

  • Olhos e ouvidos internos.

  • Pele rachada, lesionada ou ferida.

  • Algumas áreas faciais, como a pele ao redor dos olhos.

Ainda Está com Dúvidas?
Entre em Contato Comigo.

©2018 by Florais de Bach Online