Óleos Essencial de Cúrcuma e a Epigenética

No mundo moderno, onde todos nós temos uma rotina agitada, nem sempre é fornecida uma dieta balanceada e, muitas vezes, se torna mais fácil o consumo de alimentos que trazem alto valor calórico e são pobres em nutrientes essenciais.


Também não podemos esquecer de reduzir a ansiedade e atuar na qualidade do sono e memória, assim, certamente já estaremos trabalhando na prevenção de diversas doenças da atualidade.


Por muito tempo, a ciência acreditou que tudo estava escrito em nossos genes, de forma que nosso código genético determinava 100% do que somos e que não haveria forma de modificá-lo. Afinal de contas, os genes que formam o nosso DNA possuem as principais informações sobre nós, pois são eles que instruem as células que definirão desde nossas características mais simples, como a cor do cabelo até as mais complexas como propensão a doenças, como diabetes.


Mas não é isso que acontece.

Isso porque se no ambiente em duas pessoas vivem, sua rotina, sua alimentação, exercícios, trabalho e experiências forem diferentes, elas começam a apresentar diferentes características e até mesmo a desenvolver doenças que a outra não tem.


E isso acontece por conta de algo que chamamos de epigenética.

A epigenética é a capacidade que o corpo humano desenvolveu de ativar ou desativar alguns dos nossos genes de acordo com o ambiente ou o estilo de vida que levamos, mas sem alterar a sequência de nucleotídeos do DNA.

Os marcadores epigenéticos que ativam e desativam os genes podem ser influenciados a partir de fatores como a alimentação, medicação, exposição química e até mesmo experiências sociais. As mudanças epigenéticas resultantes podem, inclusive, levar a doenças, desligando um gene que produz a proteína supressora de câncer, por exemplo.


Então podemos concluir que nosso estilo de vida ajuda muito a definir se vamos adoecer ou não de determinadas doenças, certo?

No Brasil, a aromaterapia é reconhecida como uma prática integrativa e complementar considerada uma possibilidade de intervenção que potencializa os resultados do tratamento adotado. Vários estudos comprovam a eficácia dos OE na saúde e bem estar, com efeitos positivos no câncer (alívio de sintomas, efeito antitumoral) e diversas outras doenças.


Óleo essencial de TURMERIC - Cúrcuma

Moléculas bioativas de cúrcuma (aromáticas) são potentes, não são hepatotóxicas, tem efeito anticarcinogênico e menor número de efeitos colaterais do que as moléculas curcuminóides (cúrcuma longa). Leia o resumo do estudo científico


Recentemente, moléculas não curcuminóides, tais como turmeronas, elemeno, bisacurona, curdiona, ciclocurcumina, germacrona, furanodieno e curcumol, foram amplamente estudadas por suas atividades anti-inflamatórias, antioxidantes e anticâncer. A turmerona é um dos principais sesquiterpenos derivados da cúrcuma: α-turmerona, ar- turmerona e β-turmerona e, dentre elas, a ar-turmerona demonstrou ter mais potência como agente anticâncer.


Conheça outros benefícios desse óleo essencial incrível:


1 - Melhora a digestão - dois dos seus principais compostos são o 6-gingerol e zingeriberene ajudam a desempenhar um papel importante no tratamento da grande maioria dos problemas digestivos. Também pode aliviar a constipação, manter a saúde abdominal e prevenir a formação de gases no trato gastrointestinal.


2- Suporte anti-tumoral - A combinação de cúrcuma e turmerone, dada oralmente, em baixas e altas doses acabou por interromper a formação do tumor. Os resultados do estudo foram publicados em BioFactors, estes resultados levaram os pesquisadores à conclusão de que o turmerone é “um novo candidato na prevenção do câncer colorretal”.


3 - Suporte nas doenças neurológicas - Outro estudo usando animais mostrou que o turmerone aromático, tanto in vitro quanto in vivo, faz as células-tronco do cérebro aumentarem rapidamente em número. Acredita-se que o turmerone aromático do Óleo de Cúrcuma ou Açafrão seja um promissor meio natural de ajudar na regeneração necessária para atenuar problemas neurológicos como Parkinson, Alzheimer, danos da espinha dorsal e derrame cerebral (acidente vascular cerebral).


4 - Ajuda a reduzir artrite e dores articulares - A muito tempo a Cúrcuma vem sendo utilizado pela medicina chinesa e Ayurvedica no auxílio a tratamento de artrite. Isso porque os seus componentes têm a capacidade de bloquear as enzimas e citosinas inflamatórias responsáveis pela dor e desconforto.

Voltando para o ocidente, um estudo publicado pelo Journal of Agricultural and Food Chemistry mostrou que o Óleo de Cúrcuma ou Açafrão, dado oralmente em quantidades correspondentes a 5.000 miligramas por dia em humanos, traz, dentro de sua composição, um efeito anti-inflamatório leve nas juntas dos animais estudados.

Como podemos observar os óleos essenciais em combinação com outras terapias podem contribuir muito para reorganizar nossos genes promovendo mais saúde e

bem-estar.

Você pode reescrever seu destino genético, você pode limpar seus genes.

16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo